“A lua é o imenso relicário do céu, onde Deus todas as noites delicadamente nina a luz do dia.” (Lu Tostes)

sábado, 25 de junho de 2011

Parábola



   Em livre terra 
   de passarinho,
   horizontalidade demais
   sempre cansa.


   É preciso subir alto no azul
   e perceber-se luzindo o amarelo
   para sentir o vento bom 
   da descida.


   Até que seja 
   chegada a hora
   de finalmente repousar 
   no jatobá, no baobá, no pessegueiro...
  
   Lu Tostes








Imagem: www. weheartit.com

domingo, 19 de junho de 2011

Silo de luz



   Na junção 
   de pálpebras pesadas,
   que se tocam, 
   despertando a escuridão,

   Dorme a angústia
   inquieta e dolorosa
   da sua iminente
   separação.

   Hibernam sonhos,
   mas do desencontro
   dos cílios
   faz-se a luz.

   
   Lu Tostes








Imagem: www. weheartit.com

domingo, 12 de junho de 2011

Expansão




Amar
é um não 
caber-se em si...

Emprestar a alma
para ser abrigada
em outro corpo

e fazer do nosso
a morada
do outro.

Lu Tostes








Imagem: www. weheartit.com

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Introspecção




   O silêncio
   é o rufar de tambores
   do pensamento.    
                                          
   Lu Tostes


Imagem: www.deviantart.com

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Sorriso teu



   Quisera eu
   que me bastasse
   um céu azul
   pra colorir estes olhos
   tão cansados de respirar.

   Ah! Mas quando tu vens
   com esse hálito fresco
   das manhãs ensolaradas,
   todas as possíveis dores
   dissipam-se em nada.

   E basta um esticar dos lábios teus
   pra que todos meus sentidos
   traduzam este estado 
   rico de coisas,
   que vulgarmente chamam por amar.
    
                                          
   Lu Tostes







Imagem: www.weheartit.com