“A lua é o imenso relicário do céu, onde Deus todas as noites delicadamente nina a luz do dia.” (Lu Tostes)

domingo, 4 de março de 2012

A fluidez do tempo...




     Se o tempo transforma e desfaz tantos laços, também nos entrega a sensata constatação de que não vale a pena lutar pelo que cumpriu lindamente seu papel e ficou no passado.
   Já não somos os mesmos de segundos atrás e não há por que perpetuar tudo aquilo que segue... e que se isenta de culpas, porque é da natureza da vida o eterno movimento.
     Natural dos belos laços é a saudade, onde nos reencontramos no melhor do que vivemos... e que já não existe mais. Porque se foi um daqueles cor de rosa, bem de menina, eu ficava mais bonita com ele por perto. 
     Hoje apenas sigo na fluidez do tempo... de um modo incompleto, com uma lembrança feliz e um sorriso um pouco mais triste.


Lu Tostes







Imagem: www.weheartit.com

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Nem só de risos



   Se me faço noite
   e perco 
   todas as estrelas 
   de mim,
   assim
   também me revelo.


   É do escuro profundo
   que a luz liberta
   cada cor.


   Lu Tostes






Imagem: www.weheartit.com

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Calmaria



     Pelo canto da sala,
     o vento mudo
     traz a luz da lua.

     Lu Tostes





Imagem: www.weheartit.com

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Canteiros




Eu desejo a você...
Amigos de verdade, como eu, e que com eles venham muitas gargalhadas, abraços e lágrimas...
Alegria em tudo que faça, mas se você não encontrá-la em todas as coisas, que aquelas necessárias e chatas passem bem depressa...
Uma paixão arrebatadora, que lhe tire o ar e lhe tome os sentidos...
Que você viva com os olhos de expectativa, exatamente como os de uma criança diante de um cobiçado presente...
Que você não perca tempo ou energia pensando naquela dieta milagrosa. Ao invés dela, atividade física prazerosa, para equilibrar seu corpo e sua mente...
Tempo para se dedicar, pelo menos um pouquinho, àquele seu hobby, ultimamente tão esquecido...
Que finalmente você consiga ler os livros que sempre quis na paz de uma rede...
Aquela viagem que tanto planeja, mas que você vive adiando...
Sua conta bancária mais azul do que nunca. Dinheiro sim! É necessário e minimiza as preocupações, que são um grande desperdício...
Roupas que sirvam como uma luva, muuuuuuuuitos sapatos e bolsas...
Um carro que não lhe traga dor de cabeça...
Que os problemas cheguem sempre de mãos dadas a muita serenidade...
Um jardim com muitas flores e ervas. Flores porque embelezam a vida e alegram a alma, ervas porque curam quase todas as dores...
E, finalmente, que você tenha a necessária habilidade para cuidar do canteiro que o fortalece.

E que na noite de Natal você ...
Consiga ir àquela reunião de família com alegria...
Encontre palavras para descrever o amigo-oculto que você pouco conhece...
Perceba que doce misturado a salgado pode ser uma combinação interessante... (porque um apura o sabor do outro) e pare de reclamar enquanto retira o pêssego e o abacaxi do chester, isso é uma chatice!
Tenha comidas gostosas, risadas contagiantes, amigos por perto, crianças correndo...
Mas que, acima de tudo, consiga dar um beijo sincero e um abraço carinhoso naqueles que não conseguem ser tocados, seja na pele ou no coração.

No final do ano que vem, com tantos desejos já realizados, você entenda que aquele cartãozinho de Natal, com dizeres como PAZ, AMOR e a tal PROSPERIDADE, queriam apenas dizer para você ser FELIZ e fazer os outros felizes também, sempre que for possível...

Luz!

Lu Tostes





Imagem: www.weheartit.com

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Pólen

   (para Nanda)


   Não há 
   canteiros perfeitos
   e nem só
   de água, sol e chão
   flor carece 
   para germinar.

   Lança a alma 
   ao espaço
   que margaridas 
   também traçam
   longos caminhos
   pelo céu.

   Elas começam 
   a brotar
   no exato instante
   em que se deixam
   carregar
   pelo vento.

   Lu Tostes






Imagem: Google