“A lua é o imenso relicário do céu, onde Deus todas as noites delicadamente nina a luz do dia.” (Lu Tostes)

domingo, 9 de outubro de 2011

Mais perto do chão

    
     Zum, zum.
     Batem ligeiras
     as suas asinhas,
     mas jamais
     almejam o céu.


     No pouso das flores,
     que abelhas 
     aos pares
     delicadamente
     engendram o mel.


     Lu Tostes







Imagem: www.weheartit.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário