“A lua é o imenso relicário do céu, onde Deus todas as noites delicadamente nina a luz do dia.” (Lu Tostes)

domingo, 2 de outubro de 2011

Carmim


     Crianças 
     cor de pitanga
     correm descalças
     suspensas no ar.
     No chão de terra batida,
     voa o pó do vermelho,
     que um dia se derramara.

     Chegam 
     de braços abertos
     desvencilhados
     dos corpos pintados,
     em meio a sorrisos largos,
     sonhados por Deus
     no princípio do mundo.

     Simplicidade assim
     acolhe toda vinda
      e recebe a vida
     sempre de frente,
     criando asas
     na alma da gente.

     Lu Tostes
     




Imagem: www.google.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário